terça-feira, 23 de agosto de 2011

Azeite Gallo quer ser terceira marca a nível mundial em 2013

 

foto ilustrativa

A portuguesa Azeite Gallo, hoje a quinta marca de azeite mais vendida no mundo, ambiciona chegar ao pódio mundial até 2013. A internacionalização faz parte da renovação da imagem da marca apresentada ontem pelo CEO da Gallo Worldwide, Pedro Cruz. O investimento: 5 milhões de euros.

O Brasil, principal mercado externo, vai continuar a sê-lo. A marca representa 30% do valor do azeite vendido no país e espera conseguir chegar a igual percentagem, em volume, durante 2013. Venezuela, Angola e China – onde marca presença desde Junho deste ano – completam o leque de apostas. Já o avanço para outras economias emergentes está condicionada pelos hábitos alimentares. “Não nos focamos em nichos, queremos continuar a ser um operador mainstream”, explicou Pedro Cruz.

Também são boas as perspectivas em relação ao mercado nacional, que representa apenas 30% da produção total da Gallo. O consumo deverá aumentar este ano, grande parte devido “ao preço historicamente baixo do azeite e alto dos óleos alimentares”. Esta situação deverá manter-se tendo em conta as previsões da próxima colheita, que deixará o país numa situação de auto-suficiência em termos de azeite pela primeira vez em mais de 50 anos.

A renovação da marca passa ainda pela nova embalagem, de vidro escuro, que preserva por mais tempo a qualidade do azeite e que obrigou a reformulações na fábrica em Abrantes. Outra das novidades é o galo do logotipo, que surgirá finalmente a cantar e pela primeira vez desde 1919. M. V. C.

fonte: http://www.ionline.pt
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...