sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Acesso à internet no Brasil chega a 83,4 milhões de pessoas


O número de pessoas com acesso à internet em qualquer ambiente (domicílios, trabalho, escolas, lan houses ou outros locais) chegou a 83,4 milhões no segundo trimestre de 2012, segundo o IBOPE Nielsen Online. Esse número representou crescimento de 1% sobre os 82,4 do primeiro trimestre e de 7% sobre os 77,8 milhões do segundo trimestre do ano passado.

Evolução do número de pessoas com acesso à internet em qualquer ambiente – Brasil – segundo trimestre de 2009, 2010, 2011 e 2012

ibope_julhi.jpg
Fonte: IBOPE Nielsen Online
Trabalho e domicílios 
Em julho, mês de férias, o número de usuários ativos em casa ou no local de trabalho diminuiu 4,4% em relação ao mês anterior e ficou em 48,3 milhões de pessoas, segundo o IBOPE Nielsen Online. Na comparação com julho de 2011, o crescimento do número de usuários ativos foi de 8%. O total de pessoas com acesso em casa ou no local de trabalho é de 68 milhões.



Os sites que mais cresceram em julho na comparação com o mês anterior foram os de esportes, fotografias, eventos, previsão do tempo, destinos de viagens e venda de passagens rodoviárias. Os sites esportivos cresceram 2,3% no mês e chegaram a 21,9 milhões de usuários únicos, enquanto os sites de fotos cresceram 3,2% e atingiram 14,1 milhões de usuários. Nos últimos meses, cresceu a visitação a sites de serviços de fotografias que permitem melhorar fotos de celular para publicação em redes sociais. 


Publicidade na internet 
Segundo o AdRelevance, serviço do IBOPE Nielsen Online que monitora a atividade publicitária na internet, em julho de 2012 foram veiculadas 7.193 campanhas, volume 32% maior que o registrado em julho de 2011. O número de banners cresceu 34% no período, ao passar de 16.364 para 21.846. 

Número de campanhas, número de anunciantes e número de peças publicitárias – Brasil – julho de 2011 e julho de 2012: 

                                  Julho/11   Julho /12     Variação
Campanhas:                5.469        7.193            32%
Anunciantes:               1.968         2.361            20%
Banners:                     16.364       21.846          34%

Fonte: IBOPE Nielsen Online – AdRelevance.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Consumo de livros e publicações impressas deve movimentar R$ 8,23 bilhões em 2012


No dia em que tem início a 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, dados do Pyxis Consumo, ferramenta de dimensionamento de mercado do IBOPE Inteligência, mostram que os brasileiros devem gastar R$ 8,23 bilhões em livros e publicações impressas em 2012, um aumento de 14,5% em comparação com 2011. 

A maior parte do potencial de consumo é da classe B, que corresponde a 24,45% dos domicílios e deve responder por 51,85% desses gastos. A menor parte será das classes D e E, que, com quase a mesma quantidade de domicílios da classe B (20,57%), serão responsáveis por apenas 3,7%.



Potencial anual de consumo para livros e publicações impressas por classe
Classe
Número de domicílios em área urbana
% domicílios
Potencial de consumo
(R$ bilhões)
% potencial de consumo
A
1.302.104
2,60
1,71
20,73
B
12.241.533
24,45
4,27
51,85
C
26.226.959
52,38
1,95
23,72
DE
10.303.381
20,57
0,30
3,70
Brasil
50.073.977
100
8,23
100
Fonte: Pyxis Consumo - Versão 2012 - IBOPE Inteligência

O Sudeste será responsável pela maior parte do consumo (54,7%), com estimativa de gasto de R$ 59,60 per capita ao ano. A segunda região do País que mais compra estes produtos é a região Sul, responsável por 16,12% do consumo, com gasto per capita de R$ 56,50. O menor consumo está na região Norte, com apenas 5,17% do total e média de R$ 35,54 por pessoa.

 
Potencial anual de consumo para livros e publicações impressas por região
Região
Potencial de consumo
(R$ bilhões)
% potencial de consumo
Consumo per capita
R$/hab por ano
Norte
0,43
5,17
35,54
Nordeste
1,29
15,70
32,83
Sudeste
4,50
54,70
59,60
Sul
1,33
16,12
56,50
Centro-oeste
0,68
8,31
53,61
Brasil
8,23
100
50,46
Fonte: Pyxis Consumo - Versão 2012 - IBOPE Inteligência

Na análise por classe e por região do País, a classe B continua na frente em todas as regiões. No Sudeste, ela será responsável por gastos de R$ 2, 45 bilhões.


*Fonte: Pyxis Consumo - IBOPE Inteligência - 2012.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Prêmio POPAI Brasil cria edição para avaliar projetos universitários, inscrições irão até 31 de agosto

Associação realiza edição do prêmio com foco em estudantes das áreas de comunicação, design e arquitetura.


O Popai Brasil, associação internacional voltada para a valorização da comunicação no ponto de venda, realiza, pela primeira vez, o “Prêmio Acadêmico Popai Brasil”. A iniciativa tem por objetivo aproximar a teoria à prática, por meio da composição de projetos de materiais de comunicação para o ponto de venda. As inscrições das peças podem ser realizadas pelo site da entidade (www.popaibrasil.com.br) até o dia 31/08.

Estudantes das áreas de design, arquitetura, comunicação, propaganda e marketing podem inscrever projetos nas seguintes categorias: displays e peças de merchandising; store design e arquitetura de loja; campanha promocional e material para PDV. As inscrições são gratuitas.

As peças inscritas ficarão expostas, no dia 09 de outubro, para visitação do público e análise dos jurados. Os jurados avaliarão pontos como objetivo e resultados de acordo com o briefing proposto; criatividade; design; praticidade e funcionalidade e exposição da marca, produto ou serviço com a ação.

A premiação acontecerá no dia 10 de outubro, paralelamente ao Simvarejo (Seminário Internacional de Marketing no Varejo) e também ao prêmio Popai Brasil, que reconhece as melhores soluções e práticas desenvolvidas com foco na comunicação do ponto de venda.

“A versão acadêmica desse prêmio é uma oportunidade de colocar em prática as ideias e soluções criadas e debatidas em sala de aula. O projeto pretende influenciar empreendedores, como um importante celeiro de ideias e soluções”, acrescenta Ana Claudia Costa, diretora executiva do Popai Brasil.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Prêmio Esso 2012 - 57ª Edição: Faltam 6 dias para o encerramento das inscrições

Trabalhos publicados na mídia impressa ou veiculados em emissoras de televisão entre 16 de agosto de 2011 e 15 de agosto deste ano poderão participar da 57ª edição do Prêmio Esso de Jornalismo. A premiação, considerada a mais tradicional e disputada do jornalismo brasileiro, manterá este ano as inovações introduzidas em 2011. 

A principal mudança do ano passado, mantida este ano, foi a introdução do sistema de inscrição e julgamento online, que permitiu maior praticidade, rapidez e confiabilidade para participantes e julgadores, além de evitar o consumo de aproximadamente uma tonelada de papel. Também está mantida a categoria de Educação para premiar trabalhos da mídia impressa que abordem, não somente grandes feitos na área educacional, mas também tragam denúncias sobre o tema.

As inscrições para o Prêmio Esso de Jornalismo devem ser feitas pelo site www.premioesso.com.br . Para a mídia impressa, os arquivos digitais dos trabalhos de texto e das fotos deverão ser anexados depois de preenchida a ficha de inscrição. 

Para as categorias de Criação Gráfica e Primeira Página o envio do formulário online é também obrigatório. Além disso, seis cópias do trabalho deverão ser remetidas para o endereço dos organizadores abaixo indicado. As inscrições para o Telejornalismo seguem o mesmo padrão, isto é, inscrição pelo site do Prêmio Esso e remessa de seis cópias em DVD do trabalho concorrente.

Categorias e julgamento
• Prêmio Esso de Jornalismo: R$ 30 mil
• Prêmio Esso de Reportagem: R$ 10 mil
• Prêmio Esso de Telejornalismo: R$ 20 mil
• Fotografia: R$ 10 mil
• Informação Econômica: R$ 5 mil
• Informação Científica-Tecnológica-Ambiental: R$ 5 mil
• Educação: R$ 5 mil
• Primeira Página: R$ 5 mil
• Criação Gráfica/Jornal: R$ 5 mil
• Criação Gráfica/Revista: R$ 5 mil
• Quatro Prêmios Regionais: R$ 3 mil (cada)

Os valores são brutos, sobre os quais incidirão os tributos de lei. 
Os trabalhos de mídia impressa serão julgados inicialmente por uma comissão de 35 membros que indicará os melhores, em votação remota online, os quais passarão à fase final. No ano passado, o processo permitiu que todos os trabalhos fossem examinados por, pelo menos, três jurados numa primeira abordagem. Os textos selecionados na primeira fase foram então submetidos a novas análises por grupos de quatro, seis e até 13 jurados – caso da Região Sudeste, onde se concentraram quase 50% das inscrições. O sistema de múltiplas aferições fez com que, em 2011, os 1.272 trabalhos inscritos chegassem a ser examinados 5.467 vezes, no total, considerando o número de vezes em que foram analisados pelos diversos jurados.Cada categoria terá cinco trabalhos finalistas, à exceçã ;o do Prêmio Esso de Fotografia e do Prêmio Esso de Telejornalismo, que terão direito a dez trabalhos finalistas, cada.

Os vencedores, tanto na mídia impressa como no Telejornalismo, continuarão a ser escolhidos por comissões finais de premiação, em reuniões para as quais é exigida a presença e o debate entre os jurados. 
Como é tradição, a indicação dos jurados recairá sobre jornalistas com larga experiência de atuação na imprensa, profissionais de comunicação e professores universitários com passagem por redações de veículos de comunicação, reconhecidamente aptos para avaliar os trabalhos concorrentes.

Serviço:
Inscrições: De 13 de junho a 15 de agosto de 2012
Trabalhos elegíveis: Publicados/Veiculados entre 16 de agosto de 2011 e 15 de agosto de 2012
Website: www.premioesso.com.br
Jornalismo: www.premioesso.com.br/site/regulamentos/jornalismo.aspx
Tele: http://www.premioesso.com.br/site/regulamentos/telejornalismo.aspx 

Endereço para envio de trabalhos de Criação Gráfica e Telejornalismo:
Prêmio Esso de Jornalismo
A/C RP Consultoria
Av. Nossa Senhora de Copacabana, 928 – Cj. 1001 – Copacabana
Rio de Janeiro – RJ – CEP 22060-002

Mais informações: rp.consultoria@rpconsult.com.br ou pelo telefone: (21) 3208-3646.



quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Presente para pais e filhos

Um presente que agrada e diverte tanto pais quanto filhos. Assim é o universo dos games, que somente este ano deve faturar 68 bilhões de dólares, segundo dados da consultoria Price Water House. Com a proximidade do Dia dos Pais, é presente certo para os pais mais antenados e para filhos que não resistem a um bom jogo, principalmente, online.

No início da década de 80, o videogame era considerado um brinquedo para crianças. Só que as crianças acabaram crescendo e a tecnologia foi mudando. Hoje, o mercado disponibiliza jogos infantis, mas existem jogos para adultos e até games proibidos para menores de 18 anos, incluindo todas as faixas etárias nesse negócio.

Os jogos online também vêm conquistando cada vez mais espaço no Brasil. O mercado registrou crescimento de 27% nos primeiros quatro meses deste ano em comparação ao mesmo período de 2009.  Outra frente que vem crescendo exponencialmente no País é o mercado de notebooks voltado para jogos, que tem conquistado adeptos de todos os tipos. A evolução dos dispositivos, que ganharam notoriedade desde o primeiro portátil em 1981 por Adam Osborne, pesava quase 12 kg e era considerado na época tecnologia portátil de ponta.

As melhorias são evidentes neste meio e ganharam uma parcela maior de mercado que os computadores de mesa. A associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (ABINEE) aponta que a comercialização de PCs deve atingir 16,7 milhões de unidades em 2012. O crescimento é de 9% em relação ao ano passado e o notebook responde por 9,1 milhões.

Especificações técnicas:
Processador: Intel Core i7 - 3610Qm (2.3GHz – 3.3GHz)
Memória: 8 GB instalado
Webcam: 2.0 MP
Teclado: numérico
Tela: 17’’ (16:9) FullHD Led-Backlit Display
Resolução: 1920x1080
Blu-Ray: Leitor Blu-Ray
Peso: 3.2 kg
Garantia: 3 anos
Preço médio: R$ 3.959,00


terça-feira, 7 de agosto de 2012

Primeira edição da Expo Blogueiras acontece em agosto, em São Paulo


A conferência ocorre nos dias 15 e 16 de agosto, no Centro de Convenções Rebouças, e reunirá blogueiras conceituadas para falar sobre temas como comportamento e consumo, carreira e negócios, saúde e causas. Entre os nomes confirmados estão Thais Frota (arquitetura especializada em acessibilidade), Liliane Ferrari (jornalista e editora de conteúdo), Cinthya Raquel (atriz e escritora) e Lak Lobato (comunicadora social).

“As mulheres são influenciadoras em muitas categorias de produtos e várias delas contam com um público enorme e fiel. Fato esse que faz com que elas tenham um papel muito importante e decisivo na hora de as pessoas escolherem que marca comprar, onde ir, o que apoiar etc. Entender o que pensam, como e porquê as principais blogueiras do Brasil influenciam os hábitos e costumes dos seus leitores é o principal objetivo do Expo Blogueiras”, explica Leandro Palmieri, sócio-fundador da MobMob.

Durante os dois dias, a organização espera receber mais de 2.000 pessoas, entre blogueiras, profissionais ligados ao universo feminino, executivos da área de comunicação e interessados em entender esse poder de influência das blogueiras. “O Expo Blogueiras terá dois ambientes distintos. Pensamos nessa dinâmica para fazer com que palestrantes, expositores e público possam interagir e trocar experiências. Em um espaço, com acesso gratuito, teremos 38 expositores que poderão utilizar o stand para realizar pesquisas com blogueiras, fazer lançamentos, apresentar e comercializar seus produtos e serviços. A outra área será destinada às palestras das blogueiras, com acesso mediante a compra de ingressos”, acrescenta Palmieri. 

Para mais informações sobre as blogueiras palestrantes, empresas parceiras, expositores, valores de cotas e ingressos, entre outras, acesse o site www.blogueiras.com.br, baixe o app para seu smartphone, siga o perfil no twitter ou ainda curta a página do evento no Facebook.    


Serviço
Data: 15 e 16 de setembro de 2012
Local: Centro de Convenções Rebouças (Rua: Dr. Enéas Carvalho Aguiar, 23) São Paulo - SP.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Barba Negra publica no Brasil o “Quentin Tarantino – Arquivos de um fanático por cinema”, obra que retrata a vida e a carreira do polêmico diretor

Uma trilha sonora boa, muito sangue, vontade de rir em momentos que deveriam ser inapropriados, cenas emblemáticas em preto e branco, coloridas ou em desenho e mais sangue. Você não precisa ler os créditos para saber que esse é um filme de Quentin Tarantino.  


A Barba Negra – selo do grupo LeYa - publica em agosto o “Quentin Tarantino – Arquivos de um fanático por cinema”, de Paul A. Woods, o mesmo autor de “O Estranho Mundo de Tim Burton”, lançado em 2011, também pela LeYa. A obra, assim como a antecessora, esmiúça a carreira do diretor, em um almanaque que reúne fotos, entrevistas essenciais, artigos, ensaios, filmografia e textos escritos pelo próprio diretor. O livro conta ainda com três capítulos especiais para a edição brasileira, em que o tradutor Cassius Medauar, analisa suas três obras mais recentes: “Sin City”, “Bastardos Inglórios” e “À Prova de Morte”. 

Antes de 1992, ninguém sabia quem era Quentin Tarantino. Mas foi só uma orelha ser cortada em uma das cenas de tortura mais inesquecíveis da história do cinema, e aliás, a sequência preferida do diretor, que o mundo passou a prestar atenção nesse nome. Dois anos depois, Uma Thurman apareceu na tela com os cabelos pretos curtos, tomando injeção de adrenalina e dançando ao lado de um John Travolta matador e cabeludo, e ninguém jamais esqueceu. 

Desde Hitchcock, nenhum diretor denotava um gênero próprio apenas pelo nome. É algo muito Tarantino misturar coisas que aparentemente não se combinam. Citações bíblicas enquanto um tiro vai ser disparado, uma noiva espancada até ficar inconsciente no próprio casamento, o sex symbol Brad Pitt tirando escalpos nazistas, “Like a Virgin”, de Madonna, gerando uma empolgada discussão de significado entre um grupo de homens e por aí vai. 

Se até Saddam Hussein foi encontrado com uma cópia de “Pulp Fiction” durante a Guerra do Iraque, é difícil achar alguém que resista ao charme das obras de Quentin Tarantino. Uma mistura impecável de comédia e terror, com violência e sangue ao extremo, é visível a paixão de Tarantino em cada detalhe de seus filmes. Ao final de cada um deles é até possível imaginá-lo perguntando, assim como Mr. Blonde, de “Cães de Aluguel”, questiona no final da cena preferida do diretor: “foi tão bom para você quanto foi para mim?”. 

Ficha Técnica
Título: Quentin Tarantino – Arquivos de um fanático por cinema
Autor: Paul A. Woods
Formato: 20 x 23 cm
Páginas: 384
Preço: R$44,90

Sobre o autor 
Paul A. Woods é escritor e editor de livros de cultura e cinema cult. Entre suas obras de maior sucesso estão “O estranho mundo de Tim Burton”, lançado no Brasil pela LeYa e o “Weirdsville USA: The Obessive Universe of David Linch” lançado nos Estados Unidos em 1997. 

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Olimpíadas tematizam campanha do Shopping Center 3

Aproveitando o espírito das Olimpíadas, o Shopping Center 3 investe no tema como eixo de sua campanha para atrair a atenção dos consumidores e elevar as vendas no Dia dos Pais. De acordo com o superintendente do centro de compras, Willian Furtado, a expectativa para a data é aumentar as vendas em 10% em relação ao mesmo período do ano passado e ampliar em 12% o fluxo de público.

Para apoiar estas metas, o Shopping inclui em suas ações uma promoção “compre e ganhe”, com brinde que remete aos esportes. Até 12 de agosto, nas compras no valor de R$ 200,00, o consumidor leva para a casa um squeeze de alumínio, a indispensável garrafinha de água para os praticantes de atividades esportivas.

Para disseminar a promoção, o Shopping distribui anúncios segmentados em sua próspera região de entorno, na Avenida Paulista e nos Jardins, mais precisamente nos monitores digitais da Rede Elemidia, instalados em edifícios corporativos da região. A Rádio Metropolitana FM, por sua vez, promove ações de blitz interativa no entorno do Shopping, além de veicular chamadas e spots comerciais.

A mídia interna complementa o leque com banners e cartazes distribuídos nos corredores e nas entradas da Paulista e das ruas Augusta e Luis Coelho, adesivos em pontos estratégicos, além de e-mail para a base de clientes cadastrados. Com criação da agência Ingrupo//CHP, todas as peças são unificadas pela chamada “No Shopping Center 3, seu pai é mais um atleta – Olimpíadas e Dia dos Pais juntos, só no maior shopping da Paulista”.

Um dos primeiros shoppings centers do país, inaugurado há 43 anos, o Shopping Center 3 registra fluxo médio de 50 mil consumidores por dia.

Shopping Center 3: Avenida Paulista, 2064 - Cerqueira César

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Prêmio Estácio de Jornalismo – Edição 2012 anuncia finalistas em oito categorias

O Prêmio Estácio de Jornalismo- edição 2012 já tem seus finalistas. A entrega dos prêmios aos vencedores acontecerá no dia 23 de agosto, durante evento de premiação no Campus exclusivo de hospitalidade da Instituição – Chácara Flora – localizado na Zona Sul de São Paulo.

A segunda edição do prêmio vai distribuir R$ 68 mil brutos em oito premiações diferentes. Na categoria Veículo Nacional, são R$ 10 mil brutos para o melhor trabalho jornalístico impresso (jornal e revista), R$ 10 mil para TV, R$ 10 mil para rádio e R$ 10 mil para internet. E na categoria Veículo Regional, são R$ 7 mil brutos para o melhor trabalho jornalístico impresso (jornal e revista), R$ 7 mil para TV, R$ 7 mil para rádio e R$ 7 mil para internet. Além dos prêmios em dinheiro, os primeiros colocados receberão, também, um troféu feito exclusivamente para esta edição do Prêmio.


Os finalistas da Edição 2012 são:
Impresso Nacional:

- Rosana Hessel, Gabriel Caprioli, Barbara Nascimento e Vicente Nunes, com a série de reportagens “A REVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO”, publicada no Correio Braziliense.

- Fábio Takahashi e Vanessa Correa, com o trabalho “UNIVERSIDADE FRAUDA MEC E PAGA COMISSÃO A IGREJAS”, publicado no jornal Folha de S. Paulo.

- Luciano Máximo, Murillo Camarotto e Sérgio Ruck Bueno, com a reportagem “UNIVERSIDADE FEDERAL CRESCE NO INTERIOR”, publicada no Valor Econômico.


Impresso Regional:

- Rafael Dantas, Juliana Godoy e Amanda Tavares, com o especial “FUTURO DA EDUCAÇÃO”, publicado no Jornal do Commercio (Recife).

- Maria Luisa Barros, com a matéria “ESTUDAR VALE A PENA”, publicada no jornal O Dia (Rio de Janeiro).

- Lelo Macena, com a reportagem “O DESAFIO DA INTERIORIZAÇÃO DA UFAL”, publicada no jornal Gazeta de Alagoas.


TV Nacional:

- Giuliana Girardi, Larissa Santana, Bruno Mauro, Gustavo Norlin, Eduardo Mendes e Evelyn Kuriki, com o trabalho “DO LIXO PARA A UNIVERSIDADE”, veiculado no programa Fantástico, da Rede Globo.

- Teresa Garcia, Walace Lara e equipe, com a série “GOLPE NA EDUCAÇÃO”, veiculada no Jornal Hoje, da Rede Globo.

- Alexandre dos Santos, Camila Konder, Paulo Mario Martins, Maria Lindenberg, Julia Braga, Josué Luz, Rodrigo Nogueira, Rodrigo Rodrigues, Vinicius Carvalho e Ricardo Mendes, com a matéria “PRÉ-VESTIBULAR COMUNITÁRIO”, veiculada no Globo Universidade, da Rede Globo.


TV Regional:

- Dayanne Oliveira, Cleíldo Azevedo, Diana Barreto, Ranniery de Souza e Marcelo Costa, com o trabalho “A EDUCAÇÃO DE NÍVEL SUPERIOR NO RIO GRANDE DO NORTE”, veiculado no Bom Dia RN, da InterTV.

- Camila Scottini, Tatiana Souza e Pamela Marin, com a reportagem “DE OLHO NO MERCADO”, veiculada na RIC TV Record.

- Narjara Rocha, com o trabalho “EDUCAÇÃO SUPERIOR: PORTA PARA O MUNDO”, veiculado no programa Viva Domingo, da TV O Povo.


Rádio Nacional:

- Ligya Maria e Marcos Vinícios, com a série “ENSINO SUPERIOR NO BRASIL”, transmitida pela Rádio Nacional – EBC.

- Edson Junior, com a série “E A UNIVERSIDADE BRASILEIRA: COMO VAI?”, transmitida pela Rádio Câmara.

- Kamilla Dourado, com a série “DESAFIOS DO ENSINO SUPERIOR – PROUNI”, transmitida pela BandNews FM (Brasília).


Rádio Regional:

- Eduardo Mattos e Giovani Grizotti, com a reportagem “IRREGULARIDADES NO ENSINO A DISTÂNCIA”, transmitida pela Rádio Gaúcha.

- Karoline Fernandes, com a série “EDUCAÇÃO SUSTENTÁVEL: A UNIVERSIDADE NA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO”, transmitida pela Rádio CBN (Recife).

- José Renato Ribeiro, com o trabalho “FÁBRICA DE FALSOS ADVOGADOS”, transmitido pela Rádio Gazeta AM (Santa Cruz do Sul – RS)


Internet Nacional:

- Vanessa Fajardo e Tássia Lima, com o trabalho “NOVE INTERNOS DA FUNDAÇÃO CASA SÃO APROVADOS PARA VAGAS EM FACULDADES”, veiculado no portal G1.

- Cinthia Rodrigues, Priscilla Borges e Marina Morena, com o trabalho “FACULDADE COBRA O DOBRO POR VAGAS PARA O PROUNI”, veiculado no portal IG.

- Raphael Gomide, com a série “FALTA DE ESTRUTURA IMPÕE FRACASSO A MEDICINA E ENGENHARIA DA UFRJ EM MACAÉ”, veiculada no portal IG.


Internet Regional:

- Flávia Martins y Miguel, Aline Medeiros, Fernando Carvalho, João Miranda, Douglas Magno, Alex de Jesus, Fausto Araújo e Sidnei Mesquita, com o trabalho “A FAVELA VAI À UNIVERSIDADE”, veiculado no portal O Tempo Online (Belo Horizonte).

- Inara Chayamiti, com o trabalho “PRESO QUE PASSOU EM 4º NO VESTIBULAR RELATA ROTINA UNIVERSITÁRIA”, veiculado no site Folha.com.

- João Humberto, Paulo Fernandes e Giuliano Lopes, com o trabalho “LIÇÕES PARA A VIDA: QUANDO NÃO HÁ LIMITES PARA APRENDER”, veiculado no site Entreattos (Campo Grande – MS).

O Prêmio Estácio de Jornalismo – edição 2012 recebeu inscrições de órgãos de imprensa de 21 estados. No total, 86 veículos de todas as regiões do país participaram desta edição.

*Fonte: Portal AcontecendoAqui.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...